fbpx

Reflexologia Podal

Tratamento natural para dores e doenças

Faça Reflexologia Podal

A reflexologia dos pés ou reflexologia podal é uma técnica de massagem que utiliza a pressão em determinados pontos dos pés. Ela se baseia no fato de que os pontos dos pés correspondem a regiões e orgãos do corpo humano.

Observando o grau de desconforto experimentado nos pontos trabalhados, é possível perceber quais partes do corpo registram alguns desequilíbrios. A palavra reflexo significa que no pé há pontos associados a todas as partes do corpo.

A História da Reflexologia PodalDescubra o poder da reflexologia podal

A técnica pode ser utilizada integrando os princípios de Medicina Tradicional Chinesa. A reflexologia podal tem como principal objetivo atuar na prevenção e no auxilio ao tratamento de disfunções do corpo. Através da pressão nas zonas reflexas dos pés.

Ela teve origem na China há 5.000 anos, porém os mais antigos registros provêem do Egito. E ainda há relatos do uso da reflexologia na Índia e na Pércia. E em meados do século XV, uma forma de reflexologia também era praticada na Europa e pelos Índios Cherokees na América do Norte.

Segundo a cultura oriental, os pés são utilizados para receber a massagem, devido a passagem neles dos principais meridianos responsáveis por conter a energia vital. Além disso, os reflexos nos pés são estimulados naturalmente quando permanecemos em pé ou caminhamos, promovendo equilíbrio energético e fisiológico.

Aplicações da Reflexologia Podal

A reflexologia pode ser usada como terapia complementar e auxilia no tratamento das mais diversas doenças. E ainda é uma técnica eficaz para aliviar dores e tensões do dia a dia.

É comumente utilizada nos seguintes casos:  torcicolo, dores na coluna, ciatalgia (dor do nervo ciático ), dor de garganta, dor de cabeça, enxaqueca, dor muscular, dor no estômago. Além de servir para tratar diversos tipos de doenças.

Doenças inflamátorias: cistite, amidgalite, sinusite, rinite.

Disfunções ginecológicas e urogenitais: síndrome do ovário policístico, cólicas menstruais, tensão pré-menstrual, menopausa, impotência sexual.

Doenças gastrointestinais: gastrite, azia, má digestão, constipação intestinal entre outros.

A técnica é contraindicada para tratar fraturas ou lesões recentes nos pés, varizes e úlceras expostas, lesões coronárias ou encefálicas. Principalmente logo após cirurgias, tramboflebites, febre, processo inflamatórios ou infecciosos agudos, doenças contagiosas.  Também não é recomendada para gestantes e  pessoas com diabetes avançada.

 

Usada como Terapia Complementar e Para Auxiliar no Tratamento de Diversas Doenças